Partido político para alguns, facção terrorista ou de guerrilheiros para outros, Partido de Deus para os seguidores, o Hezbollah, que desde o dia 12 de julho está em guerra com Israel, pode ter elo bem maior com Mato Grosso do Sul do que aquele mantido pelas centenas de descendentes que moram por aqui.

image

Em sentença de 7 de junho do ano passado, assinada pelo juiz federal Odilon de Oliveira, Fahd Jamil é apontado como fornecedor de armas do grupo. Além dele, o doleiro Khaled Nawaf Aragi, de Corumbá, é suspeito de ter enviado milhões de dólares para um banco libanês para financiar grupos terroristas.A sentença, que condenou Fahd a 20 anos de prisão por narcotráfico e lavagem de dinheiro, aponta o narcotraficante Fernandinho Beira-Mar como integrante da “maior rede de tráfico de armas do mundo, envolvendo Rússia, Jordânia, Farc e mercenários israelenses. Recebia as armas de Fahd Jamil, libanês vinculado ao Hizbolá”, diz trecho da sentença. As informações, conforme o documento, foram obtidas por meio de “secretas” americanos.

image

Não faça compras no Paraguai. Também evite comprar produtos de lojas de árabes. Tente saber a procedência do proprietário dos comércios que você frequenta.