image

As Policias Militares são as policias do Brasil, que por suas inúmeras modalidades de policiamentos podem serem capazes de assumir em casos especiais as mesmas funções de qualquer outra polícia, provisoriamente, em caso de necessidade. São as polícias ostensivas do país, por isso estão presentes em quase todos os lugares e ainda as únicas que exercem o serviço de emergência, incluindo-se o precioso atendimento domiciliar, função tão precária e difícil no Brasil para uma instituição estatal. São as únicas polícias que na maioria dos Estados do país não tem carga horária de trabalho definida em lei. São as primeiras que chegam nas ocorrências e as últimas que deixam o local, como não poderia deixar de ser, por suas naturezas de polícias ostensivas, preventivas e de emergências. Na maioria dos Estados, por falta de efetivo da Polícia Civil essa deficiência e preenchida por policiais militares no interior dos Estados, inclusive na função de delegado nomeados por portarias nas pequenas cidades. Funções institucionais, a parte, os policiais militares, por estarem mais presente no dia-dia da sociedade, também cumprem funções a que não tem a obrigação de fazê-lo, mas fazem por tradição: como atendimento de primeiros socorros, remoção de deficientes mentais e até fazer parto em mulheres que se encontram em situação de risco extremado diante da falta de um médico. Tem a prerrogativa da obrigação de primeiro a atender, fazer as primeiras averiguações e preservar o local do crime, sinistro ou qualquer anormalidade pública. É a primeira que chega por que estar sempre nas ruas. Em síntese a Polícia Militar é uma polícia que serve para tudo até quando alguém precisa de doadores de sangue recorrem a Policia Militar. No entanto os policiais militares, mesmo diante de tantas obrigações fundamentais, para o bem da sociedade e o peso da incumbência que carregam, pouco são reconhecidos pelo seu trabalho.

image

A mostra disso são as dificuldades para se conseguir melhorias salariais compatíveis com suas obrigações e o nível de risco que são submetidos pelo Estado. O fato de ser militar e não poder fazer greve não deveriam os impedir de ter seus direitos respeitados pelo Estado, se este fosse justo. E mais, os policiais militares são os profissionais que fazem juramentos oferecendo a própria vida em função da sua missão constitucional. Também os policiais militares são os únicos profissionais, que lidam diretamente com o público civil, que podem ter suas liberdades restringidas por falta disciplinares.Ora senhores, a proposta da PEC 300 não é nada mais do que a tentativa de reconhecer o valor do “ser policial militar”, diante da falta de visão e compreensão dos gestores públicos quanto a segurança pública no país. Vejam as atribuições legais da Polícia Militar do Piauí de acordo com a Lei de organização Básica da instituição. Remete a seguinte interrogação: Porque os policiais militares ainda não têm um salário de acordo com a grande importância da sua profissão dentro da segurança pública no Brasil?